Tartarugas marinhas em Porto de Galinhas

Tartarugas marinhas em Porto de Galinhas

Tartarugas marinhas em Porto de Galinhas Por Clota Diaz Ordoñez, com a colaboração especial de Ecoassociados ONG 17-06-2021

Você sabia que as tartarugas marinhas são animais pré-históricos que estão no planeta há pelo menos 120 milhões de anos? As tartarugas, como você as conhece hoje, são animais que conviveram com os dinossauros e resistiram a todas as mudanças que os levaram à extinção, há cerca de 65 milhões de anos. E, ainda mais interessante…. Você sabia que nas praias de Porto de Galinhas você pode ficar cara a cara com uma tartaruga marinha muiiito grande? 

Normalmente quando pensamos nas praias de Porto de Galinhas, automaticamente as associamos a corais, piscinas naturais e peixes coloridos, mas o que provavelmente você não sabia é que também existem tartarugas marinhas em Porto de Galinhas.

Isso mesmo, nas praias de Porto de Galinhas você pode ficar cara a cara com grandes tartarugas marinhas.

As tartarugas vêm para as praias de Porto para desovar, ou seja, para garantir o local adequado à incubação dos ovos. E onde as tartarugas põem seus ovos? Nada mais nada menos que na areia! As tartarugas marinhas saem do mar, caminham na areia e quando encontram o local certo, fazem um poço, botam os ovos, cobrem o poço e voltam para o mar.

É por isso que durante algumas datas especiais, nas praias de Porto de Galinhas podem-se ver os ninhos das tartarugas identificadas e marcadas. E, claro, por trás dessa árdua tarefa de monitoramento e atendimento estão as mãos da ONG Ecoassociados.

Tartarugas Porto de Galinhas

Quais espécies de tartarugas marinhas vêm para Porto de Galinhas?

Você se perguntará quais tartarugas marinhas há em Porto de Galinhas, certo? Então, das sete espécies que existem no mundo, cinco ocorrem no Brasil: Caretta caretta (Tartaruga cabeçuda); Eretmochelys imbricata (Tartaruga de pente); Chelonia mydas (Tartaruga verde); Lepidochelys olivacea (Tartaruga oliva); Dermochelys coriacea (Tartaruga de couro).

As praias de Porto de Galinhas são conhecidas como áreas de desova só de Tartaruga de Pente, mas já foram registradas as espécies: Tartaruga verde, Tartaruga cabeçuda e Tartaruga oliva com desovas mais esporádicas.

Um dado horrível e um fato alarmante: a tartaruga de Pente, infelizmente, recebe esse nome porque era usada para fazer pentes com seu casco.

Onde moram as tartarugas marinhas?

Outro dado muito curioso, é que as tartarugas marinhas são animais altamente migratórios. O que isto significa? Que as tartarugas passam a maior parte do tempo no mar e viaja pelos oceanos para se alimentar, descansar e se reproduzir. Ainda, você sabia que elas podem viver até 100 anos?! Pois é, as tartarugas, dependendo da espécie, chegam à idade adulta por volta dos 30 anos, então estima-se que uma tartaruga possa chegar aos 100 anos. Interessante, certo?

Tartarugas marinhas Porto de Galinhas

O que as tartarugas marinhas gostam de comer?

Nem todas as tartarugas gostam de comer a mesma coisa. Como nós, humanos ou nossos animais de estimação não gostamos da mesma comida. Cada espécie tem uma preferência alimentar.

Por exemplo: a tartaruga verde alimenta-se de algas e gramíneas marinhas; a tartaruga oliva prefere crustáceos, peixes e moluscos; a tartaruga de couro come águas vivas e outros organismos gelatinosos; a tartaruga cabeçuda alimenta-se de caranguejos, moluscos, mexilhões e outros invertebrados e a tartaruga de pente prefere se alimentar de esponjas.

Tartarugas marinhas Porto de Galinhas

ATENÇÃO!> Tartarugas marinhas em Porto de Galinhas

É muito triste, mas temos que dizer que todas elas: Todas as espécies de tartarugas marinhas estão ameaçadas de extinção. De fato, estão incluídas na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) e na Lista Nacional das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção, do Ministério do Meio Ambiente.

Tartarugas marinhas Porto de Galinhas

Como cuidar das tartarugas marinhas em Porto de Galinhas?

Apresento para vocês os famosos Ecoassociados! 

Os Ecoassociados são uma organização sem fins lucrativos que, desde 1998, desenvolve ações essenciais para a conservação das tartarugas marinhas, por meio de atividades de pesquisa, monitoramento, reabilitação e educação ambiental, em todo o estado de Pernambuco.

A ONG monitora cerca de 30 km do litoral do município de Ipojuca. Essas praias são áreas de desova e as atividades realizadas incluem a marcação das fêmeas e o monitoramento dos ninhos até o nascimento dos filhotes.

Tartarugas marinhas Porto de Galinhas

A cada ano, eles protegem cerca de 200 ninhos e milhares de filhotes de tartaruga.

Outro fato curioso: de cada mil filhotes que nascem, apenas uma ou duas tartarugas conseguem atingir a maturidade.

Durante os meses de outubro a maio, as praias tornam-se berçários de milhares de tartarugas marinhas. E os nascimentos ocorrem com mais frequência, a partir de fevereiro.

Tartarugas marinhas Porto de Galinhas

Quando nascem as Tartarugas marinhas em Porto de Galinhas? 

As imagens das lindas tartarugas saindo de seus ninhos já percorrem o mundo todo e todos querem estar presentes neste importante evento. É a partir do mês de fevereiro que podemos testemunhar este momento mágico em todas as praias de Porto de Galinhas. A partir de fevereiro, é o momento em que os filhotes quebram a casca dos ovos, deixam seus ninhos e procuram vida no oceano.

Os Eco sempre avisam via Instagram com alguns dias de antecedência para que os turistas possam participar desse momento inolvidável! 

 

Todos nós podemos ser EcoAssociados e cuidar de um ninho de tartaruga! 

Aqui, você pode cuidar de um ninho de tartaruga marinha de Porto de Galinhas. Ademais, pode apreender mais sobre o fascinante mundo das tartarugas marinhas e o projeto, visitando o Museu das Tartarugas Marinhas. Ali tem uma visita guiada por monitores e uma exposição de peças de tartarugas. Todo valor arrecadado é revertido para a manutenção do projeto.

O Museu é uma ferramenta de extrema importância para a sensibilização e informação sobre a conservação marinha. Bem como um ponto de encontro e união entre todos aqueles que amam, respeitam e desejam cuidar da natureza.

O espaço proporciona um mundo de conhecimento sobre esses animais e suas ameaças, além de informar sobre o trabalho que a ONG faz pela conservação das tartarugas marinhas.

Preço do ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada).

O museu está aberto todos os dias: das 9h às 12h e das 14h às 17h. Para obter mais informações, você pode visitar o site aqui: ONG ECOASSOCIADOS.

A jornada das tartarugas

Por fim, a mais famosa organização não governamental internacional e ambientalista do mundo: o Greenpeace, há algum tempo lançou um curta-metragem comovente que conta a história de uma família que tenta voltar para casa em um oceano cheio de ameaças. O filme foi feito pelo mesmo estúdio Estúdio Aardman – os criadores do filme A Fuga das Galinhas.

Os atores que dão voz aos personagens são renomados e ganhadores do Oscar: Helen Mirren e Jim Carter são os avós, David Harbour é o pai, Olivia Colman a mãe, Bella Ramsey a filha, Ahir Shah a adolescente e a estrela-do-mar é a atriz brasileira Giovanna Lancellotti.

O filme é baseado na situação real dos animais nos oceanos do mundo. Seis das sete espécies de tartarugas marinhas estão em risco de extinção devido às pressões das atividades econômicas, como a sobrepesca e a busca pela poluição por óleo e plástico. Além disso, as mudanças climáticas estão levando à acidificação e ao aquecimento dos oceanos. Isso está perturbando seriamente o suprimento de alimentos para a vida marinha e prejudicando os ecossistemas.

Ainda há esperança para as tartarugas marinhas de Porto de Galinhas!

Os cientistas dizem que precisamos de santuários em 30% dos oceanos do mundo até 2030.Isso é para que os oceanos se recuperem e mantenham a vida marinha segura. Temos a oportunidade de nos tornarmos uma geração consciente, protegeremos milhões de quilômetros, beneficiaremos os oceanos, o clima e todas as pessoas que dependem do mar para viver.

Se concordar com a proteção dos oceanos, apresentaremos uma petição para assinar online. Salvar os oceanos do sofá não é nada ruim, certo?

Quero cuidar dos oceanos agora!

Você sabia que aqui no Brasil existe uma reconhecida jornalista do Greenpeace que embarcou na ONG em busca dos corais da Amazônia e protesto contra o petróleo? Ela é Thaís Herrero e você pode conhecê-la neste link: AQUI THAÍS.

Vamos comemorar! 

Vamos aproveitar esta oportunidade para celebrar e aumentar a conscientização: todo dia 16 de junho, celebramos o Dia Mundial das Tartarugas Marinhas! O Projeto Tamar nos lembra que o Dia Mundial das Tartarugas Marinhas é um dia especialmente dedicado a homenagear e destacar a importância desses animais fabulosos. Esses seres generosos se entregam ao cultivo de uma vasta cadeia ecológica, afinal, de cada mil filhotes, apenas uma ou duas tartarugas chegarão à idade adulta, enquanto o restante literalmente “servirá” a uma causa maior, o equilíbrio da natureza. 

Vamos salvar as tartarugas de Porto de Galinhas e do mundo! Salve os oceanos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Categorías

Mais Notícias

keyboard_arrow_up